Ibuprofeno com Arginina: Para que serve, Efeitos Colaterais e Como Tomar

O Ibuprofeno é um medicamento com uma alta capacidade como analgésico, antipirético e anti-inflamatório. E ambos pertencem ao grupo de medicamentos denominados anti-inflamatórios não esteroides (AINES), que reúne, além de outras drogas, como o naproxeno ou diclofenac.

Para que serve o remédio ibuprofeno

O que é a Arginina?

ibuprofeno com argininaA Arginina ou L-Arginina é um aminoácido básico que contribui para a criação de proteínas. É obtido a partir da dieta e obtemos através da carne vermelha, a carne de ave e em produtos lácteos, mas também se produz em laboratórios para uso como medicamento.

Para que Serve a Arginina?

Em medicina, a L-Arginina é usado para o tratamento de doenças do coração e dos vasos sanguíneos, para o tratamento de pressão arterial alta, para o tratamento de demência senil e até mesmo para a disfunção erétil.

Também é usado para a prevenção da constipação comum, para melhorar o funcionamento dos rins após um transplante de rim, para melhorar o desempenho atlético, para aumentar as defesas e prevenir a inflamação do trato digestivo em bebês prematuros.

A L-Arginina não é usada somente em combinação com o ibuprofeno, mas também se emprega com um grande número de medicamentos utilizados para tratar diferentes doenças, tratamentos para:

  • perda de peso em pessoas com HIV;
  • quimioterapia em pacientes com câncer de mama;
  • reduzir infecções;
  • favorecer a cicatrização de feridas;
  • encurtar o tempo de recuperação após uma cirurgia;
  • aumentar o fluxo de sangue nas mãos e pés gelados.

Também é utilizada em remédios, cremes e pomadas destinados a tratar diferentes problemas sexuais, tanto em homens com impotência masculina como em mulheres com falta de libido feminina.

Para que serve o Ibuprofeno com Arginina?

Este medicamento é vendido sem receita médica e é usado, devido a sua ação anti-inflamatória e analgésica, frequentemente, para o alívio de diversos processos dolorosos como a dor de cabeça, dor de dente ou por extração dental, dor pós-operatório, menstruações dolorosas. Também alivia os sintomas da artrite reumatoide e osteoartrite, bem como as alterações musculoesqueléticas e traumáticas que cursam dor e inflamação.

Juntando ibuprofeno com arginina é possível que o efeito seja mais rápido, já que diminui o tempo de absorção, exceto quando tomada com as refeições, o que demora mais tempo a fazer efeito, mas, no final, a quantidade absorvida é a mesma.

Por isso, quando sentimos uma dor intensa e insuportável, é mais aconselhável tomar a medicação para reduzi-la, de forma rápida, já que em cerca de 30 minutos começa a notar seus efeitos, sendo de especial utilidade em casos de:

  • Dores de cabeça e enxaquecas
  • Dor de dente e por extração de peças dentárias
  • Pós-operatórias
  • Para reduzir o tempo de recuperação de uma cirurgia
  • Para favorecer a cicatrização de feridas
  • Menstruação dolorosa
  • Artrite reumatoide
  • Inchaço das articulações
  • Reduzir a febre

Como Tomar

como tomar ibuprofeno com arginina

Na hora de tomar Ibuprofeno com Arginina, deve-se sempre seguir a quantidade recomendada na bula, o médico ou o farmacêutico. Em nenhum caso devem-se aumentar as doses e prolongar o seu uso durante mais tempo do que o necessário, já que podem sofrer efeitos adversos.

Em geral, a dose recomendada nos adultos é de 1200mg/dia de Ibuprofeno com Arginina, divididos em 2 tomadas. Se tem de ter em conta que tanto a dose como a duração do tratamento deve ser ajustado em função da gravidade do transtorno e desconforto do paciente.

No caso de pessoas com artrite reumatoide, podem ser necessárias doses superiores, ainda que em nenhum caso é recomendado exceder a dose máxima de 2400mg/dia.

Para diminuir a dor da dismenorreia primária (menstruação dolorosa), recomenda-se uma dose de 400mg, até o alívio da dor, sendo a dose máxima diária de 1200mg.

As pessoas que têm mais de 60 anos, são normalmente prescrever doses mais baixas do que o habitual, que só devem ser aumentadas pelo médico, uma vez comprovado que o paciente tolera o medicamento.

Por outro lado, os pacientes com doenças renais ou hepáticas também recebem doses mais baixas, o que é muito importante que continuem expressamente as instruções do médico e não tomar mais ibuprofeno com arginina do estipulado pelo médico.

As pessoas com lesões e/ou problemas de estômago, devem tomar a medicação com as refeições.

Efeitos Colaterais do Ibuprofeno com Arginina

O Ibuprofeno com Arginina, como todos os medicamentos, também tem os seus efeitos secundários, embora estes são mais comuns em pessoas com mais de 65 anos.

Estes efeitos adversos mais frequentes são:

  • Distúrbios do estômago e do intestino: dor abdominal, náuseas, vômitos, diarreia, indigestão.
  • Afecções da pele: vermelhidão, erupção cutânea, comichão, inchaço da face, lábios ou língua, secreção nasal.
  • Distúrbios do sistema nervoso central: fadiga, sonolência, dor de cabeça, tonturas, insônia, ansiedade, preocupação.
  • Distúrbios do sangue: prolongamento do tempo de hemorragia, diminuição dos glóbulos brancos.
  • Problemas cardiovasculares, a um moderado aumento de risco de sofrer infarto do miocárdio ou infarto cerebral.
  • Também pode causar inchaço nas extremidades, acúmulo de líquidos nos braços e pernas ou tensão arterial elevada, especialmente em idosos.
  • Transtornos do rim: alterações do rim.
  • Distúrbios do fígado: hepatite e icterícia (coloração amarela da pele).

Além destes efeitos adversos, podem aparecer outros menos frequentes, pelo que é necessário sempre ler atentamente o folheto de ibuprofeno com arginina.

Por outro lado, se estiver a tomar outros medicamentos podem aparecer outras interações. Consulta sempre o folheto informativo.

Intoxicação por Ibuprofeno com Arginina

Quando se ultrapassam as doses recomendadas, pode sofrer uma overdose, cujos sintomas são:

  • Dor abdominal
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Sonho
  • Dor de cabeça
  • Movimentos involuntários dos olhos
  • Zumbidos nos ouvidos
  • Falta de coordenação
  • Movimentos musculares

Raramente podem surgir sintomas mais graves, como hemorragia gastrointestinal, diminuição da tensão arterial, diminuição da temperatura corporal, acidose metabólica, convulsões, alterações da função renal, coma, desconforto respiratório e parada transitória da respiração em crianças após a ingestão de grandes quantidades.

Diferenças entre o Ibuprofeno sem e com Arginina

Ao adicionar arginina é possível que o ibuprofeno adquira outras propriedades, como aumentar a solubilidade do ibuprofeno, já que este, por si só, é insolúvel em água. Com isso consegue-se aumentar e acelerar a absorção do medicamento no tubo digestivo, e sua passagem para o sangue, melhorando desta forma a sua biodisponibilidade.

Graças a isso, a principal diferença entre o ibuprofeno sem e com arginina, é que este último acelera o metabolismo, fazendo com que faça efeito em um período mais curto do que o ibuprofeno normal.

Enquanto que o ibuprofeno normal pode demorar a fazer efeito entre 1-2 horas, o ibuprofeno com arginina faz em cerca de 20 minutos.

The following two tabs change content below.
Luiz Henrique

Luiz Henrique

Jornalista (Profissão), Escritor e Blogueiro (Hobby). Eu sempre que posso cito ideias, dicas, novidades e produtos úteis para ajudar a mim mesmo, minha família e meus amigos.